Universo Desconstruído #02 – [Coletânea]

Nenhum ser vivo, alienígena ou humano, foi ferido na confecção desta coletânea

“Por uma Ficção Científica com mais diversidade, que não seja machista, racista e homofóbica. Que o gênero mantenha sua pluralidade e sua visão de um mundo melhor.”

UD2.png

A coletânea do Universo Desconstruído é uma delícia. Eu já tinha lido a primeira e fiquei sabendo que a segunda saiu no fim do ano passado, finalmente consegui ler. Universo Desconstruído é uma coletânea de contos que pode ser baixada gratuitamente (yay!) organizada por Lady Sybylla e Aline Valek, cuja proposta é dar lugar a contos com mais diversidade e menos preconceitos – de gênero, raça ou o que quer que for. Nesta edição são 8 contos e, como qualquer coletânea, tiveram partes que eu gostei mais e outras menos. Falando um pouquinho de cada um dos contos: Continuar lendo

Anúncios

Prey for scorpions [M. Kirin]

Um bom começo

Falar rapidinho do livro que eu também li rapidinho. Da Amazon:

PREY FOR SCORPIONS (Mercenary Hearts, Volume 1) is the first part of a serialized cyberpunk novel about a world at the brink of chaos, the lonely soldiers trying to maintain order, and a jaded woman in search of peace.

scorpions

(amei a capa, aliás)

M. Kirin, ou Max, é uma pessoa não binária que eu descobri no tumbrl, com alguém reblogando uma playlist e eu vi e achei legal. Além de playlists pra escrever, Max também tem alguns livros com prompts e faz vídeos no youtube falando sobre escrita e jogos. Entre esses vídeos aliás tem um bem legal, “How to plan your novel“. Mas enfim. Além disso tudo, Max também escreve. E esses dias mandou um tweet falando que o primeiro volume da série de cyberpunk que está escrevendo estava de graça na Amazon temporariamente. Cyberpunk, curtinho, de graça, na minha lista é só sucesso :D

O livro na verdade é o primeiro de uma “serial novel”. Quer dizer que, todo mês, Max está publicando um volume novo. Eu gostei bastante do livro, mas verdade seja dita ele inteiro é uma introdução. Nele nós vemos mais ou menos qual é a desse mundo futurístico, aprendemos sobre os implantes e melhorias corporais e somos apresentados aos personagens principais. Spider é uma mercenária meio perdida no mundo que quer paz mas não sabe o que fazer pra isso. Ela é atacada pela Viper em um trabalho, a Viper vê potencial nela e leva a Scorpion pro grupo de mercenários com complexo de Robin Hood do qual ela faz parte – desculpa, não consegui uma definição melhor pros Horsemen hahaha.

O segundo volume já é Viper e Scorpion saindo pra missões, esse primeiro é a Scorpion sendo aceita/nos apresentando a instituição na qual ela vai trabalhar, a forma como o mundo funciona e quem está dentro dele. E nisso o livro foi muito bom, dá pra ter uma ideia legal do ambiente. Plot mesmo, verdade seja dita, não tem. Mas o ambiente vale a pena, tá de graça até hoje (5/02) e depois volta ao preço normal que também não é lá essas coisas, 0,99 dólares, que dá menos de 4 reais na Amazon ainda. Achei que valeu a pena :)

Prey for Scorpions

Autor: M. Kirin

Editora: Independente