Americanah [Chimamanda Ngozi Adichie]

Uau.

Do site da Cia das Letras:

“Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra.
Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência.”

2016-01-06 12.43.15

“Por que as pessoas perguntavam ‘É sobre o quê?’, como se um romance só pudesse ser sobre uma coisa?”

Sabe aqueles livros que você termina de ler e pensa “meh, ok”, mas o livro continua na sua cabeça, você não consegue parar de pensar nele, cada vez que pensa vê outros detalhes e em dois, três dias já está achando absolutamente genial? Então. Americanah.

Quando terminei o livro uma coisa ficou bem clara: são na verdade dois livros. Um da Ifemelu na Nigéria, antes e depois de viver nos Estados Unidos. Esse livro fala sobre crescer em Lagos, ver seus amigos indo para e idolatrando o exterior, viver no meio de uma classe média e alta nigeriana e o que isso tudo significa pra ela, mas principalmente a relação de Ifemelu e Obinze. Esse foi o livro que eu gostei mais, quando terminei a leitura. Continuar lendo

Anúncios