It came from the North – [Coletânea]

Ficção especulativa finlandesa

Eu ganhei o ebook dos VanderMeer ano passado, onde eles fizeram altas recomendações de leituras depois de um workshop no qual eu participei. O coitado ficou esperando no kindle por um bom tempo. Eu sempre olhava pra ele e pensava em uma desculpa ou outra – “não estou com vontade de ler contos agora”, “mas eu quero tanto ler aquele outro livro primeiro”, “ele fica pro próximo”. Até que um dia eu estava no metro, acabei o livro que estava lendo e pensei que podia ler um dos contos desse livro só pra não ficar sem ler nada no longo caminho até a aula de dança.

Eu quase perdi a estação em que tinha que descer.

(o que nos ensina que se o seu professor de creative writing indica fortemente um livro, ele provavelmente está certo)

north

(a capa também não me ajudou muito, achei esquisitinha)

Mas vamos lá. It Came From the North é uma coletânea com 15 contos de ficção especulativa editado por Desirina Boskovich. O objetivo da antologia era apresentar pro mundo a literatura especulativa da Finlândia, que acaba sendo bastante inacessível porque a maioria da produção literária do país acaba não sendo traduzida – o que eu acho que acaba sendo um problema com qualquer literatura atualmente que não seja escrita em língua inglesa, ela fica de certa forma limitada aos países do seu idioma de origem a menos que faça muito sucesso e que chame a atenção de alguma editora internacional. E vamos combinar né o número de gente capaz de ler em finlandês no mundo é bem pequeno se comparado com outras línguas. A editora, Cheeky Frawg, busca exatamente divulgar essas pérolas de ficção especulativa que a gente dificilmente conheceria de outra forma, pelo que eu entendi.

E olha, sorte nossa que eles fazem isso. Esses contos são sensacionais. Dos 15 contos acho que só um eu efetivamente não gostei (apesar de entender o apelo pra outras pessoas, mas eu já comentei em algum momento que muito nonsense junto não me agrada) e mais uns dois ou três eu achei fracos. Mas a grande maioria foram daqueles contos que ficam na cabeça e que você continua pensando neles por um bom tempo. Vou falar um pouquinho de cada um: Continuar lendo

Anúncios